Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Bienal do Mercosul oferece visita guiada para deficientes auditivos

Publicação:

Crianças observando obras em fotos dentro de um vridro
Junto dos alunos, estiveram presentes pais e professores, para auxiliar na interpretação da mediadora. - Foto: Solange Brum
Por Carolina Vicari

A Escola Municipal de Surdos Bilíngüe Salomão Watnick visitou, nessa quarta-feira (11), o Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (MARGS) e o Memorial do Rio Grande do Sul, que recebem a 11º Bienal do Mercosul.

Para a acessibilidade da turma, esteve presente, junto com monitores, a mediadora e intérprete Simone Dornelles, que fez a tradução em Libras para os alunos, professores e pais presentes.

Simone explicou que há muitas diferenças para a mediação para surdos. “O tempo da visita guiada em Libras é diferente, por ser uma língua visual e gestual. Eles precisam olhar a obra, entender a explicação em sinais e ter um tempo para assimilar tudo. A gente não pode pensar que uma mediação que funciona para um ouvinte funciona é igual para um surdo, principalmente pelas estruturas linguísticas serem diferentes”, destacou.

Bianca Bernardo, coordenadora do Programa Educativo da Bienal, ressaltou que, pensando nessas diferenças, o processo de formação dos mediadores priorizou a inclusão de todos os públicos: "Desde o início nos preocupamos com as necessidades de quem seria atendido por nossa equipe, precisamos pensar em todas as formas de acessibilidade de comunicação e física, como rampas e elevadores", frisou.

Além da acessibilidade, o Programa de Formação de Educadores também realizou atividades com professores de todas as disciplinas, apresentando trabalhos que fazem parte desta edição do evento cultural, contextualizando-os histórica, geográfica e socialmente.

As visitas para as escolas são feitas de terças a sextas, a partir das 9h e 14h e devem agendadas através do email: agendamento@bienalmercosul.art.br. Além de escolas, podem inscrever-se escolas, ONG’s, instituições de ensino públicas e privadas, grupos particulares, coletivos e demais interessados. Os grupos são de no máximo 40 alunos e podem ser guiados pelos museus escolhidos.

O Programa Educativo disponibilizará para as instituições públicas da região metropolitana 15 vagas para visitação com transporte gratuito, sempre às terças-feiras. Já estão agendadas datas para receber visitas do Hospital Psiquiátrico São Pedro e também para pessoas com deficiência visual.

11ª Bienal do Mercosul

A 11º Bienal do Mercosul, que segue até o dia 3 de junho, acontece em parceria com o SESC Fecomércio. Além disso, tem como um de seus financiadores o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, através do Sistema Pró-cultura/Lei de Incentivo à Cultura (LIC).

Junto com incentivo, que foi concedido em todas as onze edições, neste ano a Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sedactel) também cede espaço físico e tem acervo selecionado para a exposição.

SEDACTEL