Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

O Espaço de Memória do Ator Gaúcho será relançado neste sábado

Publicação:

O Espaço de Memória do Ator Gaúcho fica na Sala Professora Dionéia de Macedo Rüdiger da Casa de Cultura Mario Quintana
O Espaço de Memória do Ator Gaúcho fica na Sala Professora Dionéia de Macedo Rüdiger da Casa de Cultura Mario Quintana - Foto: Darlene Silveira

O Espaço de Memória do Ator Gaúcho, localizado na Sala Professora Dionéia de Macedo Rüdiger da Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ), será relançado neste sábado (19), às 18h.

Haverá performance dos atores Carlos Cunha, Denizeli Cardoso e Suzana Saldanha. A expografia é do arquiteto Flavio Amaral Lima e a ideia e curadoria de Renato Rosa. A entrada é franca. O horário de visitação é de terças a sextas-feiras, das 9h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 12h às 21h.

A exposição permanente, inaugurada em 2010, conta a trajetória do teatro gaúcho com fotos, reportagens, cartazes de peças e outros itens. Trata-se de um memorial representativo de fatos históricos que abriga nomes de formadores de atores, atores, dramaturgos, veiculadores, críticos. Conta os caminhos percorridos, os grandes sucessos que nasceram no Rio Grande do Sul e conquistaram outros estados.

Segundo o curador Renato Rosa, quase tudo se situa a partir da inauguração do Theatro São Pedro de Alcântara em junho de 1858 – conforme o historiador Sergio da Costa Franco – com “Recordações da Mocidade”, encenada pela Companhia Ginásio Dramático Rio-Grandense.

Rosa destaca quatro pessoas “memoráveis e de fundamental importância para o movimento teatral”: embaixador Paschoal Carlos Magno, incentivador do teatro de estudantes no Brasil; Aron Menda à frente da Sociedade Brasileira de Autores (SBAT), facilitando a negociação de textos junto aos autores; o jornalista P.F. Gastal, abrindo espaço aos artistas no jornal Correio do Povo; e Juan Sonderman, que garantia, com seu aval, o êxito de muitas produções colocando a logotipia de sua Casa Louro em todos os programas de montagens teatrais na cidade.

Sobre Dionéia de Macedo Rüdiger

Foi uma personalidade do mundo cultural do Rio Grande do Sul, uma educadora, amiga das artes, que colaborou em todas as frentes da cultura em Porto Alegre. A professora estadual aposentada faleceu aos 73 anos. Natural de Porto Alegre, ela lecionou história e geografia, foi diretora do Colégio Benjamin Constant no início da década de 1970.

Formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), começou a carreira no magistério público do Estado. Nos anos 1980, atuou no Departamento de Assuntos Culturais e trabalhou no Museu Júlio de Castilhos e na Biblioteca Pública do RS. Depois de aposentada, continuou participando da vida cultural e social gaúcha em instituições como a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa), a Aliança Francesa, o Museu de Artes do Rio Grande do Sul (Margs), entre outras.

SERVIÇO - Relançamento do Espaço de Memória do Ator Gaúcho

Quando: 19 de maio | Sábado
Horário: 18h
Local: Sala Professora Dionéia de Macedo Rüdiger – 4º andar da CCMQ - Rua dos Andradas, 736
Entrada franca

Locais

SEDACTEL